DINHEIRO EM APARTAMENTO LIGADO A GEDDEL SERIA PARTE DE ESQUEMA DO PMDB NA CÂMARA

Relatório da Polícia Federal aponta que parte dos R$ 51 milhões encontrados em um apartamento ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), estaria aligado a atuação do chamado “quadrilhão do PMDB”, grupo de parlamentares do partido ligado a esquemas de corrupção na Câmara; apesar da afirmação contida no relatório, que o esquema contaria com “a ciência e participação do irmão de Geddel, o deputado Lucio Vieira Lima [PMDB-BA]”, o documento não apresenta provas de que o dinheiro tenha ligação com os desvios investigados.

Bahia 247 – Relatório da Polícia Federal, concluído nesta segunda-feira (11), aponta que parte dos R$ 51 milhões encontrados em um apartamento ligado ao ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB-BA), estaria aligado a atuação do chamado “quadrilhão do PMDB”, grupo de parlamentares do partido ligado a esquemas de corrupção na Câmara.

O doleiro Lucio Funaro, apontado como operador de propinas do PMDB, já havia declarado ter repassado R$ 20 milhões para o peemedebista visando a aprovação de empréstimos pela Caixa.

Apesar da afirmação contida no relatório, que contaria com “a ciência e participação do irmão de Geddel, o deputado Lucio Vieira Lima [PMDB-BA]”, o documento não apresenta provas de que o dinheiro encontrado no imóvel tenha ligação com o esquema investigado. Geddel foi preso pela Polícia Federal na última sexta-feira (8), por determinação da Justiça Federal.

Adicione um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*