PORTO ALEGRE: SIMPA SEDIA ENCONTRO DA POPULAÇÃO DE RUA

O Movimento Nacional da População de Rua do RS utilizou o salão do Simpa, no dia (31/3), para organizar sua luta frente ao extermínio no Rio Grande do Sul. Compareceram 80 pessoas em situação de rua e, cerca de, 90 apoiadores da rede.
Foi decidido que, no dia 4/4, haverá um ato de repúdio a morte do estudante da EPA e cartunista Paulinho, jornalista do jornal Boca de Rua e militante do movimento. Ele foi assassinado com vários tiros na região central da cidade. A partir desse caso, o governo removeu toda a população de rua, associando a morte de Paulinho com o tráfico de drogas.
Também ocorrerão reuniões descentralizadas pelos territórios, com a população de rua, para fortalecer o movimento; solicitação de audiência pública na Assembleia Legislativa do RS sobre o extermínio; encaminhamento do assunto para o Comitê Municipal de Acompanhamento e Monitoramento das Políticas para as Pessoas em Situação de Rua.


“A gente conta com os municipários no apoio e na organização desse movimento, para que possamos melhorar as políticas públicas para a população em situação de rua”, afirmou Veridiana Farias Machado, trabalhadora militante e apoiadora do movimento.

Adicione um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*