Rogério Marinho quer reduzir o FGTS e as verbas rescisórias, itens alvo de fraude na empresa

Relator da reforma trabalhista é investigado por relação com terceirizada fraudadora

Deputado tucano é acusado de participar de empresa que coagia empregados demitidos a devolverem a multa do FGTS

Rogério Marinho quer reduzir o FGTS e as verbas rescisórias, itens alvo de fraude na empresa

 

Por André Campos e Piero Locatelli

O relator da reforma trabalhista do governo Michel Temer, deputado federal Rogério Marinho (PSDB-RN), está sendo investigado em um inquérito aberto no Supremo Tribunal Federal (STF) por seu envolvimento em uma empresa terceirizada que coagia funcionários demitidos a renunciar às verbas rescisórias e a devolver a multa do FGTS. Por meio das fraudes, a companhia se apropriou ilegalmente de 338 mil reais devidos a mais de 150 trabalhadores, afirma o Ministério Público do Trabalho (MPT).

Adicione um Comentário

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*